quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

2010-mensagem de SAI BABA



TRECHO DO DISCURSO A UNIDADE NO CAMINHO DE DEUS

Ninguém parece haver alcançado total compreensão da Minha mensagem, e poucos refletem o amor que tenho derramado sobre eles. Estão separados, afastados, tratando de levar suas próprias vidas pelos mesmos velhos caminhos que não os conduzem a parte alguma.
Porém, o que acontece? Simplesmente voltam aos seus velhos hábitos e à sua antiga forma de vida e não realizam nenhum esforço real para pôr os Meus ensinamentos em prática. Mas a mudança chegará. O dia do despertar não está longe e quando isto acontecer haverá uma revelação do verdadeiro Deus, uma manifestação da onipresença do Senhor. Isto será o sinal de um grande avanço, do afastamento daqueles que não estão preparados para aceitar o desafio do momento. Isto será assim! Atentem para Minhas palavras! Porém, poucos serão os que escutarão. Muito poucos. Depois da tormenta, virá um novo começo, e a atmosfera será completamente diferente, como uma nova era, a era do amor, da harmonia e da cooperação, suplantando a era da guerra, da luta, do ódio, dos ciúmes, da cobiça e de todos os aspectos negativos da vida.

Todos deveriam preparar-se agora para esta mudança que, prometo, chegará, e somente permanecerão os que estiverem preparados. Tenho avisado, tenho transmitido Minha mensagem milhares de vezes, e ninguém que escute Minhas palavras pode alegar ignorância. Não retardem sua ação para pôr em ordem seu próprio estilo de vida e para mudá-lo à maneira de Deus. Não há outra forma.

Sathya Sai Baba
http://www.centrosaimetropolitanodorecife.com/main.html?src=%2F

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

FELIZ ANO NOVO!


QUE EM 2010 ,O SILÊNCIO ESTEJA MAIS PRESENTE NA SUA VIDA, QUE VC ESCUTE MAIS O SEU CORAÇÃO!
NAMASTÊ...

sábado, 26 de dezembro de 2009

Krishna Das



Krishna Das no alternativa saúde
Yoga é Amor » entrevista com Krishna Das


Krishna Das
www.eyoga.com.br
por Greice Costa

No Bhakti Yoga, o praticante encontra-se como parte do Ser Divino até finalmente ser Ele. Conheça um pouco mais do processo com Krishna Das, um dos nomes mais famosos nesse ramo.


A entrega do Bhakti (devoção) Yoga exige total confiança e abandono do eu. Quando se pretende algo em troca, não é devoção. Uma das ferramentas para passear por esse caminho é entoar mantras, invocando e louvando deidades hindus e seus respectivos poderes.

Mas o que você, praticante de Iyengar, Ashtanga Vinyasa ou outra forma de Hatha, que mora no paí­s do samba, com religião predominante cristã, tem a ver com tudo isso? Na verdade, o Bhakti tem de estar presente no Yoga de forma geral. Sem devoção e confiança desprovidas de expectativa de resultados, nunca se compreenderá o ensinamento total do Yoga.

Neem Karoli Baba
Neem Karoli Baba (Maharaj-ji)


O norte-americano Krishna Das é um dos principais condutores dessa viagem do Bhakti no Ocidente. Conheceu o seu guru Neem Karoli Baba na Índia e traçou um longo caminho até se firmar como um dos artistas que repassa a mensagem desse Amor incondicional, seja cantando e tocando em kirtans (leia o box no final), seja lançando CDs ou em conversas como a que você vai ler agora:


Krishna Das nos anos 60-70Greice Costa – Queria que você contasse como era a atmosfera quando você conheceu Ram Dass.
Krishna Das - Foi em 1968, nos Estados Unidos…

Greice Costa – E como era a sua vida nessa época?
Krishna Das - Muito ruim, eu era infeliz, muito sozinho, meu coração era todo fechado.

Greice Costa – Parece contraditório, porque você viveu numa época e num lugar muito especiais, os EUA nos anos 60…
Krishna Das - Era especial, mas se você olhar para trás, percebe que nem todo mundo estava realmente aberto, havia muitas drogas e pessoas ficando felizes apenas por isso, apenas porque podiam fazer o que quisessem.

Greice Costa – Você era parte disso?
Krishna Das - Um pouco, sim. Mas com o tempo você entende que não dá para fazer só o que quer, há responsabilidades, e a verdadeira liberdade tem de vir de dentro. Se você foge das coisas e não cuida das pessoas e não honra suas conexões com elas pessoas, você fica egoí­sta, com a mente limitada. Então havia isso nos hippies, sabe? Um sentimento maravilhoso, mas superficial. Eu não me sentia assim porque era depressivo, não me encaixava nesse contexto. Minha história era anterior a isso. Eu fui uma criança infeliz, sabe?

Greice Costa – E como começou a mudar?
Krishna Das e sua mãe com Maharaj-ji em 1972Krishna Das - Conheci Ram Dass. Ele tinha acabado de voltar da Índia e conhecido nosso guru. E desde aquele momento que soube sobre Karoli Neem Baba, e tudo o que fiz foi caminhar em direção a ele. Eu sabia no meu coração que o que quer que seja que eu estava procurando, era real… e existia neste mundo, e não era só um sonho, não estava só nos livros ou nas drogas, era real, uma pessoa podia achar isso. E mudou minha vida. Muito. Eu ainda estava depressivo (risos), Mas sabendo que havia algo a encontrar… e então fiquei mais depressivo ainda! Onde encontraria?

Greice Costa – E o q você fazia durante esse tempo com Ram Dass? Você começou a cantar mantras?
Krishna Das - Não, eu tinha bandas de rock, ia à escola. Em um verão ele convidou pessoas para ficar na casa do pai dele. Fui e passei o verão trabalhando lá. Depois nos encontramos em um retiro no México. Eu passei um ano e meio viajando com Ram Dass e ouvindo as histórias do guru. Então, no verão de 1967, eu fui para Índia atrás dele.

Greice Costa – Mas há sempre a possibilidade de se decepcionar com um guru, não? Como muitos que pregam coisas como viver o presente intensamente, mas nem mesmo olham nos olhos de quem ouve. Estou surpresa que, depois de anos “na estrada”, você ainda dá atenção e carinho a todos ao seu redor. O que o mantém fresco nesse sentido?
Krishna Das - É verdade. No meu caso, acho que vejo que não sou diferente de ninguém.

Greice Costa – Mas como se manter sempre disponí­vel para a atenção dos fãs?
Krishna Das - Bem, eu nem sempre sou tão aberto, quando preciso do meu espaço, posso arranjar. Mas no geral, quando é que se quer evitar amor? Isso é uma bênção. Não quero parecer humilde demais, só estou tentando dizer a verdade.

Neem Karoli Baba (Maharaj-ji)Greice Costa – E seu guru era assim?
Krishna Das - Ele tratava do presidente da Índia às faxineiras de banheiro da mesma maneira, sempre. Ele amava todo mundo completamente e da mesma maneira. Ele estava além de tudo neste mundo. Ele não queria dinheiro nem para construir belos templos. Tudo o que ele tinha era um cobertor e uma roupa. Quando precisava ir, não tinha nada o prendia, era só ir…

Greice Costa – E como aprender a ser assim?
Krishna Das - Você não aprende, você se torna isso, se você realmente quer. As pessoas me vêem, me abraçam e me beijam. Elas querem amor, não querem a mim. Elas querem o amor que vem do meu guru. Meu trabalho é só não atrapalhar o caminho (ficar fora do caminho) e deixar que sintam essa conexão. Se quero coisas para mim, ficar famoso, ficar com várias mulheres, e dinheiro, então estou no caminho entre vocês e ele. Quando comecei a cantar, era assim, e isso me machucou muito, porque no fundo eu via que estava estragando e arruinando tudo.

Greice Costa – Como foi?
Krishna Das - Ainda quando voltei da Índia, passei muitos anos triste, porque ele morreu logo depois que me mandou de volta pra casa. E eu me achei sozinho e destruí­do sem ele. Sou teimoso, não queria olhar dentro do meu coração para achá-lo. Por muitos anos vivi uma vida bem louca procurando por esse amor fora de mim, procurando me perder, criando muitos problemas pra mim mesmo e para as pessoas ao meu redor.

Greice Costa – Pode nos contar alguns desses problemas?
Krishna Das - A maioria era por causa da minha própria infelicidade, e eu deixava todos infelizes.

Krishna Das cantando em 1999Greice Costa – E como você superou isso?
Krishna Das - Só comecei a cantar para as pessoas em 1994.

Greice Costa – O que fez você sentir “Agora é a hora. A partir de hoje, canto pelo meu guru”?
Krishna Das - Eu sabia que queria isso, mas não me permitia. Um dia, no meu quarto e, de repente, soube que se eu não cantasse para as pessoas, nunca conseguiria limpar os cantos escuros do meu coração. Simples assim. De repente, eu sabia isso.

Greice Costa – E então?
Krishna Das - Então eu me esforcei para ir atrás, fui até o Jivamukti Studio, em New York, pedi a David e Sharon (os fundadores desse famoso centro de Yoga) para cantar lá e eles concordaram. Foi assim.

Krishna Das cantando em 1999Greice Costa – E as coisas aconteceram muito rápido depois disso, não?
Krishna Das - Não, nos primeiros dois anos foi tudo bem calmo, eu ficava em NY e não viajava muito. Mas aí­ gravei o primeiro CD, ele ficou conhecido e me convidaram para cantar em lugares diferentes. Em 1997, cantei na Califórnia e daí­ foi tudo rápido, comecei a cantar em várias partes do mundo.

Greice Costa – E agora que você alcançou esse ponto?
Krishna Das - Eu não tenho nenhum plano. Não sei mesmo. Talvez passe este inverno na Índia, mas não sei.

Greice Costa – Você ainda tem raí­zes na Índia?
Krishna Das - Ah, sim, muitos amigos, vou visitá-los. E também ficar sozinho, tranquilo.

Krishna Das em Fortaleza - 19 de agosto de 2006 - foto por Cacilda Patrí­cioGreice Costa – E o Brasil? Você parece se conectar com algumas raí­zes daqui também.
Krishna Das - Ah, é. Eu senti uma obrigação sentimental de voltar. Quando vim pela primeira vez, no ano passado, só pensava: “Nossa, são pessoas felizes mesmo, ninguém aqui precisa de mim, hahahaha!”. Estava tão surpreso e feliz, me senti fortemente conectado, entre corações abertos e disponí­veis para deixar rolar. E, acredite, eu não digo isso em todo lugar que vou!

Greice Costa – Você acha que essa é a principal mensagem que você transmite do seu guru — abra o seu coração e deixe acontecer?
Krishna Das - É a primeira parte disso. Quero que, ao abrir o coração, se perceba que há muita gente ao seu redor e você deve cuidar dessas pessoas também. Porque, quando você abre o seu coração, percebe que há muita gente sentindo dor perto de você.

Krishna Das em Fortaleza - 19 de agosto de 2006 - foto por Denise MustafaGreice Costa – Geralmente, as pessoas evitam isso porque pode ser pesado para elas.
Krishna Das - É, pode ser pesado demais, mas quando você realmente abre o coração, não é tão assustador; afinal, você não precisa fazer nada além de ser bom e gentil. Não é sua responsabilidade, mas dá para ser carinhoso e fazer as pessoas mais felizes. Se não ajudar, pelo menos fizemos o que deu pra fazer. É cuidar do seu próprio coração e depois reconhecer o próximo. Todo mundo quer a mesma coisa: amor, ser feliz.

Greice Costa – E depois de tantos anos convivendo com questões como amor, conexão, pessoas, lugares, você ainda acredita que ainda vamos ver um mundo melhor?
Krishna Das - Sabe de uma coisa? Não sei. Acredito que vamos sempre existir, mas não tenho idéia do que vai acontecer.

Greice Costa – Como podemos mudar, evoluir?
Krishna Das - O Amor já está aqui, não é uma questão de mudar ou de ensinar ou aprender. É uma questão de tirar a cobertura, e quando você faz isso, influencia todos ao seu redor.

Greice Costa – E onde entram os mantras?
Krishna Das - Eles ajudam a gente a ficar mais forte para lidar com nossa própria m…, para viver 100% da vida, dar o melhor em qualquer que seja a ação. As coisas podem mudam por dentro se fizermos assim. A maioria não faz. E também ajudam a não nos esconder de nós mesmos.

Greice Costa – Você acha que a prática de Hatha Yoga te ajudou em algum momento?
Maharai-ji e Krishna DasKrishna Das - Eu ainda faço asanas. Fiz muito tempo atrás e fiquei um perí­odo sem fazer, mas agora estou praticando. É bom para se sentar ereto!

Greice Costa – É verdade! Você fica imóvel por horas durante suas apresentações.A prática de asanas ajuda?
Krishna Das - Não, é o meu guru que me segura assim.

Greice Costa – Uma curiosidade: quando foi o dia em que você virou Krishna Das?
Krishna Das - Foi o meu guru que deu esse nome. O nome dele é Neem Karoli Baba. Ram Dass tinha comprado um ônibus na Índia. Baba me deu a chave e disse: “Você é o motorista”. Então onde quer que fôssemos, era assim que ele me chamava: “Ei, Driver (motorista)!” Todos recebiam nomes indianos e eu era… Driver? Então tá bom, né? Numa manhã, escrevi no meu diário que achava que seria o Driver para sempre. Krishna DasNaquele mesmo dia, no templo, ele me chamou e disse que meu nome era Krishna Das.

Greice Costa – Então ele podia ler pensamentos!
Krishna Das - Ah, ele sabia tudo. Tão poderoso… Mas era doce, amável.

Greice Costa – E qual a sua mensagem para nós?
Krishna Das - … Se eu posso, todo mundo pode.

Greice Costa – Mas você já tem o dom da voz!
Krishna Das - Mas é sobre ser feliz. Se eu consegui, ninguém deve desistir. Porque é tudo verdade. Tudo que você sonha é como deve ser mesmo. Basta não impedir que aconteça.

Exercicio para sair do corpo carnal..



O exercício abaixo, deve ser feito com bastante concentração. Algumas pessoas saí-ram do corpo com dias, outras em um mês, ou mais. O importante é experimentar tal possibilidade em si, e perceber que a nossa realidade, é algo fantástico.

Precisamos ter a consciencia "pensar" antes que sair do corpo é algo possivél.

Tudo aquilo que fazemos em magia deve ter como finalidade o auxilio a nós ou a alguém. Assim alcançamos um objetivo, o lugar que os iniciados devem ocupar. Do contrario teremos apenas o conhecimento, sendo sempre botão, sem chegar a ser flor.

Primeiro, vamos relaxar o corpo. Voces podem tudo, está é uma verdade.
Precisamos ter consciencia de nossa realidade, por isso começamos sentando confortavelmente, mantendo a coluna reta. Descansem as mãos no joelho, mas sem forçar. Apenas descansem.

Agora concentrem na respiração. Ela deve ser feita sempre pelo nariz. A respiração deve ser feita sempre pelo nariz. As pessoas que apresentam problemas cardiacos nunca devem forçar a respiração.

Vamos continuar, relaxem e se concentrem em voces como uma individualidade...

Deve ser realizado toda a manhã e toda a noite, no instante em que todo restante da casa estiver em silencio, conduzirá a pessoa a essa possibilidade. Uns conseguem mais depressa que outros esse resultado.
Esse exercício deve ser feito com bastante concentração. Algumas pessoas saíram do corpo com dias, outras em um mês. O importante é experimentar tal possibilidade em si, e perceber que a nossa realidade, é algo fantástico.

Uma individualidade livre do corpo, que certamente é a real. Vocês podem sair dessa mo-rada quando quiserem. Todos precisam ter consciência disso, acreditar sem duvidar. Vocês não são apenas materiais... São essência, mantenham o ritmo respiratório... A respiração é a chave junto com a vontade... Quando pensam não é a maquina cerebral que pensa sozinha, é o espírito imortal... A chispa divina que comanda e dirige tudo na vida... Relaxem o corpo e saibam que podem sair... mantenham a respiração... agora relaxem os pés... as pernas...o tórax... os braços... as mãos... os ombros... o pescoço... a cabeça... as pálpebras ... a língua... relaxem e sintam a respiração, sintam que o ar penetra pelos seus poros e mantenham os olhos fechados, deixem livre a mente,... procurem não ouvir nada... não cheirar nada... somente respirem... expirem... respirem... expirem... agora a cada respiração concentrem-se e tentem visualizar seus pés,... visualizem e respirem... expirem... mantenham sempre a visualização...membro a membro... respirando e visualizando concentrem-se nas pernas ... no tórax... respirando... expirando ..

.. concentrem-se nos braços... respirando ... expirando... visualizando concentrem-se nos braços respirando ...expirando ...visualizando... concentrem-se no pescoço... visualizem ... res-pirem... expirem... visualizem a cabeça... respirem expirem,,, agora, tentem mover o corpo espiri-tual, tentem mover o braço ... movam-no empurrando para fora... para o lado... sintam-no se soltando do braço carnal... respirem ... expirem... agora, tentem mover o corpo espiritual, ten-tem mover o braço carnal... respirem ...expirem ... procurem levantar o corpo espiritual, procu-rem ficar em pé, não precisam ter medo.
Esse exercício deve ser feito de manhã ou a noite sem que haja barulho na casa. Geralmente as pessoas sentem soltar-se os braços com mais facilidade. Saibam que onde estiver a cons-ciência de vocês ali vocês estarão. A visualização dos membros é uma forma de compactar no mental o corpo espiritual, para que ele se desprenda com mais facilidade.

Se sentir formigamento, é porque não houve uma concentração total.

Ao final de cada exercício conseguindo ou não resultado agradeça a Deus a oportunidade de aprendizado.

Ao terminar o exercicio não levante rapidamente, voce pode sentir tontura.

**Postagem da minha amiga querida Sonia Monteiro, escritora do livro da série :A harpa Sagrada e da coleção Arcturus


Comunidade do orkut :http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=24634071
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=32375570

CLARIVIDÊNCIA VIAJORA - TRANSE - VIDÊNCIA REMOTA:



Autor Waldo Vieira - Livro Projeciologia - imagem do IIPC
Definição: Projeção Parcial das parapercepções visuais da consciência, à distância do corpo humano, simultaneamente com a descrição e o relato oral "ao vivo", pelo projetor dos eventos extrafísicos entrevistos ou presenciados, inclusive da psicosfera de encarnados.
Sinônimia: Clarividência ambulante, transe, vidência remota, clarividência de espaço, visão a longa distância, visão remota, expansão da consciência, viagem da mente.
Tipos: A clarividência semi-desperta viajora é um rastreamento executado pela consciência além das barreiras de espaço e dimensões é vista sobre 3 ângulos básicos:
Espontânea: - Voluntária: Normal é comum sem o Transe. Pode ocorrer naturalmente involuntariamente durante os sonhos nas projeções parciais, próximas do corpo físico ocorre a expansão da consciência.
Auto-induzida: Clarividência viajora, transe, auto-hipnose, nos sonhos, nas projeções parciais por meio de técnicas.
Induzida por terceiros: Através da hipnose, pode-se provocar o transe, muito usado nas TVP - Terapia de Vidas Passadas.
Pode ocorrer de um amparador (guia espiritual) induzir, com ou sem projeções ideoplastizadas (formas-Pensamento).


Vidência Remota:
O remote viewing, constitui uma modalidade da clarividência viajora, que funciona pelo processo espontâneo ou auto-induzido, que tem como principio básico de funcionamento dar ao projetor o local pelas coordenadas geográficas, latitude e longitude. O desempenho neste processo requer muita concentração e atenção integral por parte do Clarividente.
Paralelos entre Projeção Astral e Clarividência Viajora:
Decolagem: - Na clarividência Viajora a consciência não experimenta uma projeção completa, o corpo astral não deixa totalmente o corpo físico. Numa projeção astral a saída é completa.
Fala: - Na clarividência viajora, pode existir um relato do que se vê, existe narração. No caso VÊ e FALA o que vê. Na projeção astral, o corpo físico fica em estado vegetativo.
Permanência: - Mesmo vendo a distancia o indivíduo sabe e sente que está no corpo físico. Na projeção ele sente-se fora do corpo.
Parapercepção:- No caso da Clarividência Viajora, não existe interação, não existe o tato, o contato, apenas a visão a distancia. Nas projeções pode-se interagir com o meio ambiente.
Participação: - Na clarividência viajora, o clarividente não é visto, ou percebido em alguns casos é uma manifestação energética mental, na projeção astral, ele é visto porque está dentro do contexto, como entidade espiritual.
Translocação: - Na clarividência Viajora, não existe deslocamento, sintomas pré-projetivos, nem deslocamento do corpo astral pelo espaço.
Cordão: - Não existe cordão astral (formação energética que liga dois pontos). Na projeção astral, ocorre a bilocação, porque o corpo astral, poderá ser visto por encarnados num processo de automaterialização.
Projeções Rapidíssimas: Waldo Vieira conclui que em alguns casos, pode ocorrer projeções rapidíssimas, além da compreensão humana, de estar projetado completamente e voltar para relatar, tudo em frações infinitas de tempo de modo intensivo.

PARALELOS ENTRE ENCARNADO E DESENCARNADO NO PLANO ASTRAL:

1º) Cordão Astral: O encarnado é ligado ao seu veículo tridimensional físico por meio de um elo energético.

2º) Etérico: O encarnado apresenta em graus variáveis densidades de ordem semimaterial.

3º) Lucidez: O encarnado possui uma lucidez variável tanto de uma experiência para outra como dentro da própria experiência.

4º) Tempo: O encarnado vive rapidamente suas experiências astrais sempre como visitante não como morador. Por isso não possui as habilidades do desencarnado.

5º) Peso: O encarnado pesa mais que um desencarnado, tem movimentos mais lentos, justamente por carregar densidades corpóreas.

6º) Volume: O encarnado possui uma aparência mais volumosa, parece inchado, até por carregar o duplo etérico, mas também pelo fluxo energético entre os corpos feito através do cordão astral.

7º) Autoluminosidade: O desencarnado, possui traços mais visíveis, maior luminosidade, maior transparência em relação ao encarnado. Mesmo se levarmos em consideração o grau espiritual, a visibilidade entre ambos é notória quando o observador está lúcido. Os motivos são no invólucro denso que o encarnado leva ao se projetar. Raro são os encarnado que conseguem um corpo astral límpido dessas densidades.

8º) Atração: O encarnado sofre ação direta do corpo físico.


9º) Porto Seguro: O encarnado tem no corpo físico, uma fuga segura quando atacado extrafisicamente por entidades perturbados desencarnadas. Um desencarnado quando sobre tal ataque, não tem esse porto seguro.

10º) Transfiguração: O desencarnado sabe manipular com maior habilidade auto- transformações além de ter facilidade, por ter um corpo astral enxuto livre das densidades.

11º) Condicionamentos: O encarnado tem condicionamento psicológicos como respirar, caminhar, medo de altura, receios oriundos do plano tridimensional que vive.

12º) Confrontações: O encarnado leva desvantagem em confrontos e embates com criaturas desencarnadas.

Autor: Waldo Vieira

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Está chegando o natal de JESUS!



A árvore começa a ser montada, as luzes vão chegando e mais um Natal se aproxima.

A atmosfera vai se modificando e começam a surgir as reflexões íntimas.

Sim, Natal é tempo de reflexões, de analisar a própria vida.

Alegrias e tristezas vão se misturando.

Para muitos, resta aquela saudade dos risos e festas de outrora.

Para outros, é o momento exato de celebrar a vida e as conquistas obtidas.

Mas acima de tudo, Natal é tempo de nos recordarmos do Mestre, que nasceu numa manjedoura, trilhou os caminhos da humildade e deixou um legado de amor.

Mestre que nunca julgou e sempre manteve o olhar fraterno.

Que foi perseguido e humilhado, mas mesmo assim, jamais perdeu sua serenidade.

E que nos deixou a Sua paz...

Natal é tempo de nos voltarmos para o nosso interior e encontra a paz que o Mestre nos deixou, porque ela habita em nosso ser.

E ao encontrarmos essa paz, encontraremos também a imensa força que trazemos em nosso íntimo.

Força essa que nos fará lembrar que Natal é tempo de renascimento.

De descobrirmos que a esperança ainda está viva e pulsa dentro de cada um de nós.

De que novos horizontes são possíveis de serem atingidos, desde que busquemos por ele, confiantes de que não estaremos sozinhos nessa procura.

Natal é tempo de renovarmos nossos ideais, perseverarmos pelo caminho e termos fé que a vida pode sim, nos trazer grandes alegrias.

É preciso que valorizemos as flores que iremos encontrar no caminho, compreendendo que os espinhos sempre ficam para trás.

Que acreditemos intensamente que toda e qualquer tempestade sempre termina e que o sol volta a brilhar, nos trazendo uma nova alvorada.

Que as dores irão acompanhar a nossa evolução espiritual, mas as feridas cicatrizarão, portanto, devemos prosseguir.

Natal é nascimento de novas alegrias, de deixarmos para trás os sentimentos nocivos que apenas corroem nosso espírito.

Natal é tempo de festa, porém de uma festa espiritual, de recebermos todo o Amor do Mestre Jesus e comemorarmos o seu nascimento, sentindo a Sua presença em todos os instantes da nossa vida.

Porque Ele está sempre conosco.

Então, Natal é Vida, Renovação, Amor, Fé, Perseverança, Coragem e Confiança de que ainda há muito a ser feito e que Jesus caminha conosco, iluminando os nossos caminhos com Sua Luz.

Luz essa, que faz do Natal, uma data de renascimento espiritual.

Que possamos, sintonizados com o Mestre, renascer a cada dia e continuarmos nossa caminhada rumo à evolução espiritual, confiantes, porque não nos faltará proteção...

Sonia Carvalho

sábado, 19 de dezembro de 2009

Em defesa ao gato preto!

GATO PRETO, O ETERNO REJEITADO


















LONDRES (Reuters)
O Halloween é uma época ruim do ano para os gatos pretos por sua tradicional relação com bruxas, feitiços e espíritos do mau.
Na Grã-Bretanha, os registros de maus-tratos contra gatos pretos aumentam nas semanas próximas ao Halloween, disse na quarta-feira a associação protetora dos animais RSPCA.
Mas parece que as pessoas não tratam mal os gatos pretos apenas em outubro, mas também no resto do ano.
Nos abrigos para animais, eles demoram mais para encontrar pais adotivos, provavelmente pela superstição que gira em torno deles, declarou a associação.
"Infelizmente, os gatos pretos passam mais tempo nos nossos centros porque geralmente são rejeitados por donos potenciais", disse a administradora do abrigo, Beverly Leavy.
"Mas a cor de pelo não faz diferença na hora de dar amor. Os gatos estão prontos para serem maravilhosos animais de estimação", acrescentou.
O problema da imagem dos gatos pretos varia de país a país. Os historiadores diferem sobre a origem das superstições. Alguns apontam para os antigos celtas, outros a contos folclóricos que comparam gatos com serpentes e os descrevem como constantes companheiros de bruxas. Finalmente, outros explicam a origem na crença medieval de que os gatos provocaram a peste negra na Europa.
A ideia de que trazem má sorte também foi introduzida na arte e na cultura popular.
O escritor norte-americano Edgar Alan Poe publicou um conto curto chamado "The Black Cat" em 1843, e no fim do século 19, um sombrio cabaré chamado Le Chat Noir (O Gato Preto, em francês) abriu suas portas no boêmio bairro parisiense de Montmartre.
(Reportagem de Catherine Bosley)

Alimentação Vegetariana e Espiritismo



A alimentação vegetariana é um tema que vem cada vez mais sendo alvo de discussões no meio espírita. Vários são os livros – psicografados ou não – que fazem alguma alusão a isso e antagônicas são as posições tomadas por diferentes pessoas com relação ao assunto. Mas o que realmente diz a doutrina espírita?

Analisando o Livro dos Espíritos, temos a seguinte passagem:

723. A alimentação animal é, com relação ao homem, contrária à lei da Natureza?

“Dada a vossa constituição física, a carne alimenta a carne, do contrário o homem perece. A lei de conservação lhe prescreve, como um dever, que mantenha suas forças e sua saúde, para cumprir a lei do trabalho. Ele, pois, tem que se alimentar conforme o reclame a sua organização.”

Esse trecho serve de base aos espíritas que se colocam a favor de uma alimentação onde a carne tenha lugar garantido. Mas não há nada mais a ser considerado sobre a resposta acima? Por exemplo: quando foi escrita? Qual era a situação do homem em termos de conhecimentos nutricionais à época em comparação com os dias de hoje? Percebe-se claramente no trecho citado que é colocada a questão da necessidade: uma palavra de grande importância para se discutir o assunto.

O Livro dos Espíritos foi publicado há mais de 140 anos atrás. Muito o homem se desenvolveu cientificamente e tecnologicamente nesse intervalo de tempo. Hoje, por exemplos práticos e não por suposições teóricas, vê-se que a necessidade de comer carne não existe. É plenamente possível viver de forma saudável sem a sua ingestão. A despeito de várias publicações espíritas que se colocam a favor da alimentação vegetariana – psicografias de Chico Xavier junto a Emmanuel e André Luiz, de Yvonne Pereira, dentre vários outros – muitos se prendem à questão 723 do Livro dos Espíritos para justificar suas posições contrárias a ela.

Vejamos alguns trechos dos livros O Consolador (Emmanuel – Chico Xavier) e Missionários da Luz (André Luiz – Chico Xavier):

“A ingestão das vísceras dos animais é um erro de enormes conseqüências, do qual derivaram numerosos vícios da nutrição humana.

É de lastimar semelhante situação, mesmo porque, se o estado de materialidade da criatura exige a cooperação de determinadas vitaminas, esse valores nutritivos podem ser encontrados nos produtos de origem vegetal, sem a necessidade absoluta dos matadouros e frigoríficos.

Temos a considerar, porém, a máquina econômica do interesse e da harmonia coletiva, na qual tantos operários fabricam o seu pão cotidiano. Suas peças não podem ser destruídas de um dia para o outro, sem perigos graves.

Consolemo-nos com a visão do porvir, sendo justo trabalharmos, dedicadamente, pelo advento dos tempos novos em que os homens terrestres poderão dispensar da alimentação os despojos sangrentos de seus irmãos inferiores.”

(Trecho do livro O Consolador, psicografado por Chico Xavier junto a Emmanuel)

* * *

“A pretexto de buscar recursos protéicos, exterminávamos frangos e carneiros, leitões e cabritos incontáveis. Sugávamos os tecidos musculares, roíamos os ossos.

Não contentes em matar os pobres seres que nos pediam roteiros de progresso e valores educativos, para melhor atenderem a obra do Pai, dilatávamos os requintes da exploração milenária e infligíamos a muitos deles determinadas moléstias para que nos servissem ao paladar, com a máxima eficiência.

O suíno comum era localizado por nós, em regime de ceva, e o pobre animal, muita vez à custa de resíduos, devia criar para nosso uso, certas reservas de gordura, até que se prostrasse, de todo, ao peso de banhas doentias e abundantes.

Colocávamos gansos nas engordadeiras para que hipertrofiassem o fígado, de modo a obtermos pastas substanciosas destinadas a quitutes que ficaram famosos, despreocupados das faltas cometidas com a suposta vantagem de enriquecer valores culinários.

Em nada nos doía o quadro comovente das vacas-mães, em direção ao matadouro, para que nossas panelas transpirassem agradavelmente.

Encarecíamos, com toda a responsabilidade da ciência, a necessidade de proteínas e gorduras diversas, mas esquecíamos de que a nossa inteligência, tão fértil na descoberta de comodidade e conforto, teria recursos de encontrar novos elementos e meios de incentivar os suprimentos protéicos ao organismo, sem recorrer às indústrias da morte.

Esquecíamo-nos de que o aumento de laticínios para enriquecimento da alimentação constitui elevada tarefa, porque tempos virão, para a Humanidade terrestre, em que o estábulo, como o Lar, será também sagrado.”

“Não nos cabe condenar a ninguém. Abandonando as faixas de nosso primitivismo, devemos acordar a própria consciência para a responsabilidade coletiva.

A missão do superior é a de amparar o inferior e educá-lo. E os nossos abusos com a Natureza estão cristalizados em todos os países, há muitos séculos.

Não podemos renovar os sistemas econômicos dos povos de um momento para o outro, nem substituir os hábitos arraigados e viciosos de alimentação imprópria, de maneira repentina.

Refletem eles, igualmente, nossos erros multimilenários. Mas, na qualidade de filhos endividados para com Deus e a Natureza, devemos prosseguir no trabalho educativo, acordando os companheiros encarnados, mais experientes e esclarecidos, para a nova era em que os homens cultivarão o solo da Terra por amor e utilizar-se-ão dos animais, com espírito de respeito, educação e entendimento.”

(Trechos do livro Missionários da Luz, psicografado por Chico Xavier junto a André Luiz)

É importante não existir o medo diante do novo. O próprio Allan Kardec, por várias vezes, colocou a importância da evolução das idéias. Não devemos pensar que tal evolução acabou na publicação de Obras Póstumas (último livro de sua autoria: uma coletânea de textos deixados por ele após sua morte física). A evolução continua. Quando surgem novas variáveis que permitam a análise de um ponto por novos prismas, assim deve ser feito. Aí está o caráter científico do Espiritismo se mantendo em equilíbrio com sua face religiosa, não permitindo que certos pontos sejam praticamente considerados como dogmas a serem aceitos.

Voltando à questão da necessidade de se comer carne, vejamos alguns fatos interessantes:

- Dave Scott é um triatleta de renome. Ele venceu o lendário Ironman no Hawaii, uma das provas mais extenuantes do planeta, por seis vezes (um recorde), entre os anos de 1980 e 1987. Esse triatlo consiste em 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42 km de corrida;

- Sixto Linares bateu o recorde mundial do triatlo de um dia nadando 7,72 km, pedalando por 297 km e então correndo por 86 km, sem intervalos, em 1985;

- Edwin Moses: medalhista de ouro em Olimpíada nos 400 metros com obstáculos. Passou oito anos sem uma única derrota nessa prova;

- Paavo Nurmi, o “Finlandês Voador”, conseguiu vinte recordes mundiais em corrida à distância e ganhou nove medalhas olímpicas;

- Bill Pickering estabeleceu um recorde mundial nadando no Canal da Mancha, mas a performance dessa ocasião foi pouco diante do fato de que com 48 anos, ele bateu um novo recorde mundial nadando no canal de Bristol.

O que há de comum entre as pessoas citadas acima? Todos são vegetarianos.

A situação atual apresenta diferenças muito favoráveis à alimentação vegetariana, aumentando consideravelmente as opções dessa dieta em comparação com outras épocas. Há hoje variedades vegetais com níveis produtivos mais altos, melhores processos de armazenamento e conservação, sistemas de distribuição mais eficazes. Além disso, o homem conhece mais sobre os mecanismos da digestão, as necessidades diárias alimentares e as propriedades dos alimentos. Uma dieta vegetariana bem planejada permite a qualquer pessoa viver com boa qualidade de nutrição. Isso pode ser afirmado por fatos.

Vendo-se, pelos últimos parágrafos, que na realidade a necessidade de se comer carne não existe para o homem atual, toda a questão deve ser analisada por um outro ponto de vista: é justo e correto sujeitar um animal aos sofrimentos (sim, por menor que seja a sua capacidade cognitiva, eles têm a capacidade de sofrer – fato inegável) de que é alvo e posteriormente à morte para satisfazer as preferências de nosso paladar?

O Espiritismo, em seu aspecto moral de bondade, amor e caridade em todas as relações, condena o excesso. A partir do momento que se comprova uma não-necessidade, tudo muda. A partir desse caráter moral da doutrina pode-se concluir com facilidade que a interrupção da matança que hoje é infligida aos animais será um dos passos dados pelo homem no futuro. Passo que não ocorrerá de um só instante, mas ao longo de um tempo, visto que mesmo hoje se vê o seu andamento.

Acompanhando-se a linha de evolução da humanidade, percebe-se que atualmente são considerados bárbaros – ou, no mínimo, errôneos – vários costumes tidos como absolutamente normais e corriqueiros em outras sociedades no passado: os sacrifícios animais e mesmo humanos, a escravidão, a poligamia e o canibalismo, dentre outros. Como disse Victor Hugo: “primeiro foi necessário civilizar o homem em relação ao próprio homem. Agora é necessário civilizar o homem em relação à natureza e aos animais”.

Um ponto importante que deve, no entanto, ser ressaltado é o pretenso nível de intangibilidade moral que alguns podem querer se colocar por terem uma dieta vegetariana. De nada adianta não comer carne, mas também não perdoar, não praticar a caridade, não ser paciente, dentre várias outras coisas de alto grau de importância que estabelecem um bom nível de caráter moral no ser humano.

Apenas cumpre ao homem não cometer excessos e comer para viver, ao contrário de viver para comer. A partir da constatação que o ser mais fraco sofre por uma desnecessidade, o ato de causar tal sofrimento torna-se fútil e repugnante.

Retirado do site Saber Espírita

Ayurveda & Aromaterapia


  • Manjericão: Clareia a mente, o cólon, purifica o ar, reduz febre e viroses, melhora Apana Vayu (eliminação). Diminui Vata/ Kapha. Aumenta Pitta
  • Canfora: Clareia a mente, os sentidos, pulmões, bom para artrite e dores musculares. Diminui Vata/Kapha. Aumenta Pitta.
  • Junípero: Bom para edemas, artrite, diabetes. Diminui Vata/Kapha. Aumenta Pitta.
  • Eucalipto: Alivia a depressão, melhora a circulação, clareia a mente. Diminui Vata/Kapha. Aumenta Pitta.
  • Gengibre: Gripes, resfriados, dores de cabeça, dores na juntas, dores musculares. Diminui Vata/Kapha. Aumenta Pitta.
  • Jasmim: Infecção Urinária, sistema reprodutivo feminino, depressão. Diminui Pitta. Aumenta Kapha/Vata.
  • Lavanda: Acalma a mente e as emoções, Tensão Pré Menstrual. Bom para os 3 doshas.
  • Menta: Clareia a mente, sinusite. Bom para os 3 doshas.
  • Mirra: Purifica o sangue, diminui infecções, fortifica os ossos e nervos, circulação. Diminui Vata/Kapha. Aumenta Pitta.
  • Patchouli: Estimulante e diurético, melhora o sistema digestivo, melhora a depressão, estimula os sentidos. Especialmente bom para Kapha. Diminui Vata. Aumenta Pitta.
  • Rosa: Aumenta a compaixão, devoção. Especialmente bom para as mulheres, sistema reprodutivo, trato urinário. Diminui Pitta/Vata. Aumenta Kapha.
  • Sândalo: Melhor aroma para a mente. Reduz febre, irritabilidade, ansiedade, promove a meditação. Um dos óleos mais Sattwicos. Diminui Vata/Pitta. Aumenta Kapha em excesso
fonte:http://tudodeom.blogspot.com/

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

SO HAM


So Ham significa Eu sou isso
É o mantra que corresponde ao som da respiração, feito de forma inconsciente quando respiramos. Quando inspiramos produzimos o So e quando expiramos soltamos o Ham. Mesmo sem consciência, repetimos este mantra todos os minutos de nossas vidas. Isso representa a base divina da realidade. Com cada expiração tomamos consciência da ação de dar e de deixar ir. Com cada inspiração tomamos consciência de receber e de honrar o Eu. Todas as intenções dissolvem-se na pulsação das qualidades sonoras do mantra, trazendo quietude e paz com o ritmo - o mesmo das serenas ondas do mar. ॐ

[Ilustração: Lupen Grainne]

domingo, 13 de dezembro de 2009

Eu e o Dragão de Kuan Yin...


Tive um sonho nesses dias, onde voava com vários dragões vermelhos alaranjados, mas tinha um que era especial...Nós voávamos em alta velocidade em cima do mar, estava começando a amanhecer, sentia o vento frio, misturado com a água que batia nos meu rosto...Muitas vezes eu não sabia se estava no mar ou voando de tão perto que estava da água...Nos divertíamos, sem palavras, só com olhares...Numa enorme imensidão azul...Difícil descrever tal emoção...
Quando acordei, fui fazer umas compras e passei numa loja de produtos naturais para comer um salgado integral e tomar um chá verde, então o meu olhar foi direto para uma pequena e delicada estatueta,sim era o "meu " dragão, igual ,extamente como vi no sonho...
Até com as mesmas cores!!!
Comprei-o e coloquei no altar junto com a mestra Kuan Yin que tenho em casa.
Dias depois,conversando com a amiga Tania Resende,do Blog http://afirmacoesdeluz.blogspot.com/
ela me falou que a mestra Kuan Yin, tinha dragão...Que dragão poderia ser expansão de consciência..etc...Não guardei bem as palavras dela...
Só sei que fiquei muito feliz, pq a minha ligação com a mestra Kuan Yin é muito grande, ela me emociona muito, amo seus mantras, tudo!!!!
Então, conversando com outro amigo blogueiro,Marcello
Dalla,http://marcelodalla.blogspot.com/
ele falou para postar aqui esse lindo sonho...


Espero que gostem e se vcs tiverem alguma sugestão sobre esse sonho, pf. me ajudem a desvenda-lo...bjos




ANUNCIADORA DA ERA DE AQUÁRIO


Na mitologia chinesa, Kuan Yin é conhecida como a Deusa da Compaixão e da Misericórdia. Ela existiu como pessoa, igual a todos nós e somente depois de sua morte foi transformada em Deusa. Também conhecida como Quan'Am (no Vietnã), Kannon (no Japão), e Kanin (em Bali). Ela cobre as planícies alagadas do Oriente, do Egito à China. E é venerada em todo o mundo por milhões de pessoas, que a consideram o símbolo máximo da pureza espiritual.

Esta Deusa enquanto viveu, percorreu o mundo, viu muita dor e então, jurou proteger e amparar todos os humanos até que o último sofrimento acabe. A MESTRA KUAN YIN TORNOU-SE A INCORPORAÇÃO DA COMPAIXÃO. Ela nos diz que se você cantar seu mantra diariamente, cultivará a compaixão que curará o mundo das mais dolorosas feridas.

Kuan Yin, cujo nome significa "aquela que ouve os lamentos do mundo" é boddhisatva da Compaixão no budismo chinês. Ela vive em uma ilha paradisíaca de P'u T'o Shan, onde ouve todas nossas preces. Todos que trabalham com sua energia, sabem o quanto ela é doce e sutil, mas também o quanto é poderosa. Somente a menção de Seu Nome alivia o sofrimento e as dificuldades. Mesmo tendo alcançado a iluminação, Ela optou por permanecer no mundo dos homens.


Kuan Yin é representada com um dragão, pois ele é o símbolo mais antigo da alta espiritualidade, a sabedoria, a força e os poderes divinos de transformação.

Algumas vezes, Kuan Yin é representada como uma figura muito armada, tendo em cada mão um símbolo cósmico diferente ou expressando uma posição ritual específica (mudras). Isto caracteriza a Deusa como a fonte e alimento de todas as coisas. As mãos dela formam freqüentemente o Yoni Mudra, simbolizando o útero como a porta para entrada para este mundo pelo princípio feminino universal.

sábado, 12 de dezembro de 2009

Portal de luz 12 de 12


Hoje, 12 de dezembro é um momento para interiorização e abertura para receber as energias que vão nos preparar para amanhã, quando Arcanjo Miguel vai dispensar energias para a vinda efetiva da Vibração Arcangélica Micaélica em nossa densidade.

A Efusão de Energia de Miguel será hoje, 12 de dezembro, das 13:00 às 13:30h (Horário de Brasilia – horario de verão).



MAIS INFORMAÇÕES:


PREPARAÇÃO PARA A INTERVENÇÃO DO ARCANJO MIGUEL NO SÁBADO


Mensagem de SRI AUROBINDO
8 de Dezembro de 2009


“O QUE EU DIGO ESTA NOITE DEVE SER TRANSMITIDO AO MAIOR NÚMERO POSSÍVEL DE PESSOAS, ANTES DA CHEGADA DE MIGUEL.”


Caros irmãos e irmãs Humanos, em encarnação nesta densidade, Eu Sou Sri Aurobindo.

Eu serei de hoje em diante porta voz do conjunto dos 24 Anciãos, denominado Lipikas Cármicos ou Melquizedeque.

Hoje é um grande dia: nós viemos abrir, por meio de nossa reunião e nossa Assembléia no Círculo de Fogo dos 24 Anciãos, o início desta Dimensão ao recebimento da Luz da Ressurreição.

Eu me expresso para que a maioria dos Seres Humanos sensíveis à esta Luz e à esta Vibração perceba isto que é para se perceber e viva isto que é para se viver.

Nós decidimos de comum acordo, nós, Círculo dos 24 Anciãos, associados às Sete Radiações Arcangélicas e à Divina Mãe, começar a abrir o último Selo, quer dizer, permitir à sua Humanidade, a título individual e a título coletivo, começar a receber a Luz da Ressurreição nesta densidade.

Dessa forma se abre, como disse recentemente, a porta do último dia.

Nós decidimos, de comum acordo, adiantar e acelerar a revelação da Luz nesta densidade para permitir ao conjunto da Humanidade e ao conjunto daqueles que aceitam a Luz, viver esta Luz.

O próprio Arcanjo Miguel lhes detalhará algumas coisas em relação à Coroa Radiante do Coração.
A Coroa Radiante do Coração corresponde, ao nível do seu chakra do Coração, à reunificação do conjunto dos elementos no seu Coração para elaborar e viver o Fogo do Amor.

Algumas circunstâncias prévias permitiram chegar a este momento.

O período que vocês vivenciam, desde o fim desta semana, inaugura um ciclo especial da revelação da Luz, para uma oitava diferente jamais vivida até hoje nesta Humanidade e corresponde ao que eu tinha anunciado a mais de 50 anos e que se verte doravante sobre a Terra.

Os véus da ilusão caem de maneira definitiva.

É de sua responsabilidade guardar sua própria casa, seu Templo Interior, para acolher o Mestre da Luz.

A chegada da Luz, aquela que nós efetuamos e transmitimos até vocês, lhes permitirá, se este for o seu plano e sua capacidade Vibratória, acolher, em muito pouco tempo, em seu Templo Interior, a Vibração e a Consciência de Mestre da Luz.

Este é um grande momento.

Eu lhes tinha preanunciado a chegada durante a minha última intervenção entre vocês.

O que eu digo esta noite deve ser transmitido ao maior número possível de pessoas, antes da chegada de Miguel.

Quando falo da chegada de Miguel, não me refiro apenas à canalização e ao que deve retransmitir o Arcanjo Miguel neste canal, mas muito mais, a vinda efetiva da Vibração Arcangélica Micaélica na sua densidade.

Isto assinala, em vocês, o acendimento do Fogo do Amor pela Coroa radiante do Coração (**) e pela Vibração do Amor, por meio de nossa nobre Assembléia e a venerável Assembléia dos Seres os mais evoluídos espiritualmente e ligados à revelação da Fonte.

Vamos permitir, agora, e vamos iniciar o retorno à Luz.

Vocês devem manter sua própria casa, vocês devem, neste próximo período, se preparar ativamente para vivenciar a efusão do Mestre da Luz.

A Luz do Supra Mental irrompeu, agora, em sua densidade.

Nenhum obstáculo pode impedir isto que chega.

Nenhum desvio poderá permitir o que quer que seja ao nível de qualquer alteração da Luz do Mestre da Luz.

Caros irmãos e caras irmãs, nós nos regozijamos em poder enfim nos comunicarmos com vocês, de maneira não falsificada, como vocês o vão perceber muito em breve.

Estes momentos assinalam seu retorno indefectível à Confederação Intergaláctica da Luz e da Verdade.

A cada dia, durante os dias que os separam da vinda de Miguel [em 12 de Dezembro], vocês vão se beneficiar, durante meia hora, das 7h30 às 8h (ndr: das 19h30 às 20h00, hora francesa no relógio) [das 16h30 às 17h00 – hora de Brasília] desta pré-estréia.

Nós estamos em reunião permanente, agora, a fim de unificar nossa Consciência dos 24 Anciãos para lhes permitir adquirir, receber, se for o seu desejo, a Vibração e a Consciência de Mestre da Luz.

Os momentos que têm a viver são os mais importantes na história da Humanidade, a título individual e a título coletivo.

Vocês devem manter a calma, vocês devem manter a Alegria, vocês devem manter a serenidade porque nada deverá alterar estes momentos grandiosos, porque eles estão chegando a vocês.

O momento de sua libertação, caros irmãos e caras irmãs, está extremamente próximo, em Verdade e em Unidade.

(Nota Stela: “Eu acolho a Luz Crística na Unidade e na Verdade”)

A qualidade de Vibração que vocês vão assumir e vão portar no seu Estado de Ser revelado, lhes permitirá, em pouco tempo, realizar seu sonho o mais ousado: o retorno a não separação, o retorno à Unidade e à Verdade, se estabelece em meio mesmo a esta densidade.

Tentem manter-se em instantes e momentos de calma e de receptividade.

Pratiquem os exercícios que lhes pareçam bons, pratiquem também o repouso se isto lhes for bom, mas acolham, na sua Consciência aberta, a intensidade desta Vibração nova.

Os dias que vão chegar são os dias (novamente) mais importantes.

A reação da Humanidade será, evidentemente, muito diversa e muito variada, mas todos, em Consciência, que concordarem em receber e difundir esta Luz nova, o farão em meio mesmo à sua Vida, em meio mesmo aos momentos que vem.

Não há limite, nem coação.

Há liberdade.

Há Amor e há Unidade.

Os 24 Anciãos liberam a vocês, até vocês e para vocês, a Vibração da Luz da 5ª. Dimensão na sua densidade, reunificando sua Consciência, reunificando os Selos Arcangélicos, e estando reunidos à Divina Mãe, à Divina Maria.

Nós temos agora a possibilidade, juntos, todos vocês, caros irmãos e caras irmãs, assim como nós, auxiliados pelo conjunto da Confederação Intergaláctica, de realizar a grande obra que é o resultado de sua busca, e isto é agora.

Sigam tranquilamente seu caminho e sua Vida, não há nada para perturbá-los, simplesmente uma etapa nova se abre a vocês.

Resta a vocês integrá-la, sintetizá-la e liberá-la.

Nós contamos com vocês, como nós sabemos que vocês podem contar conosco.

Juntos, em breve reunidos na Luz Unificada da Fonte, poderemos de novo anunciar a Unidade deste mundo, no seu retorno à Unidade.

Meu discurso se encerra aqui, esta noite.

Não esqueçam nosso encontro das 19h30 às 20h00
[das 16h30 às 17h00 – hora de Brasília].

Eu voltarei, quanto a mim, no dia 12 de Dezembro, após a intervenção e a Presença de Miguel, para lhes ajudar, de maneira muito simples, por alguns meios, a realizar esta obra.

Juntos, nós, Círculo dos Anciãos reunidos no Fogo do Amor, lhes transmitimos o melhor e lhes desejamos o melhor.

Eu lhes digo então até muito em breve.

Vocês são abençoados nestes momentos de reencontros.

*

PROTOCOLO

Transmitido por SRI AUROBINDO
Em 04 de novembro de 2009


Estejam certos de que este trabalho proporcionará, mesmo fora do espaço da Radiação da Presença e da Unidade, um novo sentimento, um sentimento de Unidade e Alegria, onde as coisas ocorrerão, mesmo na vida exterior, de forma muito mais simples, muito mais fluida, mas também, com muito mais lucidez.

Realizando isso, vocês realmente se tornarão o que o Arcanjo Miguel chamou “Transmissores da Luz”.

Ele também permite transcender “a Sombra”, o “sofrimento”, a “doença”, a “dualidade”.
ETAPA 1:

PREPARAÇÃO
1. Alinhar-se na simplicidade e na facilidade.

2. Realizar o silêncio (mental e visual) para sair da forma.

3. Realizar a respiração calma (respiração alternada ou levar a consciência sobre a regularidade da sua respiração. A respiração não deve transbordar na expiração ou na inspiração. Ela deve ser plana. Ela deve ser feita primeiro de forma abdominal e, em seguida, de forma superficial.)

4. A Consciência será levada para a Vibração percebida ao nível da cabeça, em primeiro lugar: Ajna Chakra (chakra 6) ou Sahasrara Chakra (chakra 7).

5. Somente a Vibração deve persistir no seio da sua respiração, no seio dos seus olhos fechados. E, portanto, com toda a sua atenção e sua Consciência na Vibração (e não mais na respiração), acontecerá um fenômeno de ampliação e de aceleração da Vibração.

6. Seus ouvidos perceberão um som (chamado ‘nada’ ou ‘canção da Alma’) assim que a Vibração estiver instalada ao nível da cabeça, cada vez mais agudo, escutado em um ou em ambos os ouvidos. Depois de um certo tempo, a Vibração da sua cabeça vai começar a descer. O som se modificará ou parará.

7. Neste ponto, vocês poderão levar a sua Consciência sobre o Coração. Se o Coração não for percebido, ou se a Vibração não invadir o Coração, vocês podem se ajudar com a “Meditação Direcionada ao Coração” de Mestre Ram (*). A partir do momento em que a Vibração se aproximar de seu Coração, vocês começarão a vibrar na Vibração da Unidade e na Vibração da Alegria da Presença.

(*) Leia essa mensagem AQUI

ETAPA 2:

ATIVAÇÃO DA COROA RADIANTE DA CABEÇA
Tantas vezes quanto necessário, mas pelo menos duas vezes por dia e não necessariamente no horário indicado pelo Arcanjo Miguel [das 11h00 às 11h30 da manhã – horário de Brasília], nos momentos em que estiverem calmos (de manhã quando vocês acordam, ou à noite, na hora de dormir), independentemente da posição (em pé, deitado, sentado):

1. Focalizar a Consciência no sétimo Chakra (Coroa).

2. Focalizar a Consciência no meio da testa, na beira da linha do cabelo, pronunciando (internamente ou externamente): « alfa ».

3. Focalizar a Consciência na base da nuca, logo na beira da linha do cabelo, pronunciando (internamente ou externamente): « Ômega ».

4. Focalizar a Consciência através dos dedos acima da orelha esquerda pronunciando (internamente ou externamente): « hic » (Ou “aqui”).

5. Focalizar a Consciência através dos dedos acima da orelha direita, pronunciando (internamente ou externamentr): « nunc » (Ou “agora”).

6. Pronunciar as sílabas sagradas: OD – ER- IM – IS – AL,
sem intenção específica, uma única vez
(internamente ou externamente).

7. Deixem a Vibração assim gerada descer espontaneamente no Coração sem prestar atenção específica aos movimentos ou percepções.

É importante não « forçar » nada pela Vontade.

A Consciência reencontrará naturalmente, quando chegar a hora, a Coroa do Coração.


http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=495

Tradução para o Português:
Nicole Contrain

Colaboração: Zulma Peixinho

FONTE:http://portalorion888.blogspot.com/

UFO EM MOSCOW????

LUZ EM ESPIRAL NA NORUEGA

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009



MANTRAS BUDISTAS,HINDUS,CRISTÃOS,OCIDENTAIS,EGÍPCIOS,ISLÂMICOS,JUDAICOS E MANTRAS DOS MESTRES ASCENSIONADOS








YA-GAFFAR

"Mantra Islâmico que quer dizer"Deus Clemente"






YA - MUTAKABIR

"Mantra Islâmico que quer dizer"Deus Majestoso"






YA - SAALAM

"Mantra Islâmico que quer dizer"A fonte da Paz"






BISMILLAH AL-RAHMAN,AL-RAHIM

"Mantra islâmico que quer dizer"Em nome de Deus , o Compassivo, o Magnânimo"






ALLAHU AKBAR

"Mantra Islâmico que quer dizer"Deus é grande"






RAMA

"Mantra Hindu que significa "Um dos nomes de Deus;Aquele que nos enchede alegria incessante"






YESU CHRISTU

"Mantra que significa "Jesus Cristo em Hindi"






OM SRI RAMA JAYA RAMA JAYA JAYA RAMA

"Mantra Hindu que significa a Vitória do Eu espiritual"






HARI OM

"Mantra Hindu, que é o mantra da cura:Hari é um dos nomes de Vishnu, o aspecto de cura so Senhor KRISHNA"






HARI OM TAT SAT

"Mantra hindu que significa,"Om, a Realidade Divina e Absoluta"






OM TAT SAT

"Mantra Hindu que significa"Vós sois a Realidade Absoluta Inexprimível"






OM SHANTI OM

"Mantra da paz"






OM NAMAH SIVAYA

"Esse mantra invoca o Guru Supremo que é o Eu de todos"






HARE KRISHNA

"Hare Krishna,Hare Krishna,Krishna,Krishna,Hare,Hare,O mantra sagrado do |Hinduísmo,cantado muito n índia em homenagem á Krishna e Rama"






CALA-TE E SAIBA QUE EU SOU DEUS

"Mantra Ocidental também, eficiente para quando o ego está no comando.Faz a alma centrar-se novamente"






EU QUERO, EU AMO, EU SOU,EU SOU DEUS

"Mantra ocidental da Grande Fraternidade Branca de Saint Germain.Afirmações de poder,enfatizando toda a nossa energia divina de realização"






EU SOU AQUELE QUE É

"Mantra Ocidental da Grande fraternidade Branca do Mestre Saint Germain.Nele, sintetiza-se toda a essencia divina presente em nós.Muito poderoso, enfatiza as qualidades divinas latentes em nós"






CREDO CRISTÃO

"Oração poderosíssima para quebrar qualquer tipo de energia negativa,inveja,afastar pessoas indesejáveis,limpar a aura.






A AVE MARIA

Mantra cristão.Essa oração é muito poderosa, intercessora para problemas de toda ordem.






JESUS CRISTO,DEUS,CRISTO,ESPÍRITO SANTO

Mantra cristão.Este é um dos mantras mais poderosos que podemos recitar..






PADME SIDDHI HUM

Mantra que quer dizer"Vem á mim, Poder do Lótus".






OM AH HUM

Mantra budista que quer dizer"Vem a mim,Om"






OM MANI PADME HUM

Principal mantra budistas,que quer dizer"A jóia da compaixão no lótus do coração"Um dos mantras mais poderosos usados no mundo.










Os nomes de Deus:

EL ÔLAM

Deus Eterno

ATTIQ YÔMIN

Antigo de Dias

EL ELHÔHÊ ISRAEL

Deus de Israel

EL ELAH

Todo.Poderoso

JEOVÁ JIRÉ

O Senhor provê

ELOHIM

Criador

JEOVÁ NISSI

O Senhor é a minha bandeira

ADONAI

Senhor

JEOVÁ SHALOM

O Senhor é paz

ELIOM

Altíssimo

JEOVÁ TSIDIKENU

O Senhor é a nossa justiça

KADOSH

Santo

JEOVÁ SHAMMAH

O Senhor está presente

GIBBOR

Poderoso

JEOVÁ SEBHÃÔH

Senhor dos Exércitos

MAOR

Criador da Luz

KADOSH ISRAEL

Santo de Israel

SHAPHATAR

Juiz

YOHANAN

Yohanan ou Yehohanan (João) que se decompõe em Yeh, Yo, Yaho (abreviações de Yahweh, Javé, Deus) e hanan (compadecer-se), com o sentido de Deus teve misericórdia, se compadeceu

ELOI

Senhor de todas as coisas

PALET

Libertador

MARGEN

Protetor

AARÁ

Meu Pastor

JEHOSHUA

Javé é a Salvação

EL ROI

Deus que vê

ADON HAKAVOD

Rei da Glória

EL SHADAI

Deus Todo.Poderoso

YAVEH TIÇAVAOT

Senhor das Hostes Celestiais

ROBECA

Que te sara

YAVEH EL ELION NORAH

O Senhor Deus Altíssimo é Tremendo

NIKADISKIM

Que nos santifica

YESHUA

Jesus

RAFÁ

Que cura

JEOVÁ JASER

O Senhor é Reto

SALVAON

Senhor Todo Poderoso

YHWH

Nome impronunciável de Deus; sempre que aparece
na Bíblia, é traduzido como Senhor

JEOVÁ HOSSEU

O Senhor que nos criou

JEOVÁ ELOHEKA

O Senhor teu Deus

MALAH BRIT

O Anjo da Aliança

EL RAÍ

O Deus que tudo vê

EL CANÁ

O Deus zeloso

EL DEOT

O Deus das Sabedorias